arashiyama

Processed with VSCO with f2 preset

entrar no japão por arashiyama é a melhor cura para a disritmia circadiana que ocorre quando se chega de qualquer europa. é um local obrigatório de praticamente todos os guias turísticos de Kyoto e faz jus à sua reputação. muito verde, com uma floresta de bambu tirada de livro, muito comércio a oferecer misteriosas iguarias gastronómicas e gente de todo o mundo. se juntarmos um pouco de sol a esta receita meticulosamente japonesa encontramos um dia perfeito em que  introspeção e diversão podem conviver sob o olhar omnipresente das montanhas.

em arashiyama encontra-se o centenário templo budista Tenryuji, rodeado por um jardim idílico que sobreviveu intacto ao longo de séculos. apesar da afluência turística, impera uma paz que imobiliza os visitantes ao primeiro olhar. um lago central rodeado por rochas, pinheiros e pela floresta verdejante das montanhas. é um lugar certificado pela humanidade como património mundial, mas que quando se entra, se respira e se vê é como se não existisse, de tão quimérico que é. não tenho a certeza se estive mesmo lá. a minha impressão é que Tenryuji é um daqueles lugares em que só a permanência e o regresso constante comprovam a sua existência. Tenryuji é imortal.

arashiyama, arashiyama, arashiyama, em português tem uma fonética muito apelativa. termina no modo imperativo do verbo amar, ama. e o que é interessante e acende o fogo deste lugar é que arashiyama significa literalmente montanha da tempestade.

 

Esta entrada foi publicada em Kyoto com as etiquetas , . ligação permanente.

Uma resposta a arashiyama

  1. Rick diz:

    Por falar em “entrar”… o Japão na minha existência instalou-se já alguns anos, quase de uma forma inexplicável…
    Durante anos imaginei, sonhei e projetei a minha chegada a esse lugar apaixonante, misterioso e carismático, como se de uma necessidade básica se tratasse. A travessia do imaginário para o real alimentou-me durante a minha viagem, quase lado a lado com o inverso, onde tudo o que via e sentia parecia imaginação, tal foi a ressonância interna que provocou em mim…

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s